Casa Mário de Andrade

Casa Mário de Andrade A Casa Mário de Andrade foi inaugurada em agosto de 1990, no bairro da Barra Funda, endereço da antiga casa do escritor Mário de Andrade
(79)

Mário de Andrade é um dos principais nomes do movimento modernista brasileiro. O escritor também foi um dos principais organizadores da Semana de Arte Moderna de 1922. A Oficina da Palavra é uma das unidades da rede de Oficinas Culturais da Secretaria de Estado da Cultura, administrada pela Poiesis - Instituto de apoio à cultura, à língua, à literatura. Está vocacionada para as áreas de literatura e produção de textos suportes, nas várias linguagens artísticas e culturais. Seus cursos e oficinas tratam do estudo e da criação de diversos gêneros literários (conto, romance, poesia e dramaturgia), jornalismo, crítica, interpretação de textos e redação, roteiros e dramaturgia. A Oficina oferece, também, atividades nas áreas de acervos culturais, cultura digital, audiovisual e artes plásticas, com enfoque na ilustração e na comunicação visual. Horário de funcionamento: terça-feira a sábado, das 10h às 18h.

Em fevereiro de 1922, ano em que se celebrava o Centenário da Independência, surgia um festival de arte, destinado a faz...
16/04/2020

Em fevereiro de 1922, ano em que se celebrava o Centenário da Independência, surgia um festival de arte, destinado a fazer escândalo. Para sacudir o conformismo – moral, político e estético – que predominava em São Paulo, um grupo de jovens artistas encontraram ocasião de exibir suas inquietações anticonformistas, sintonizadas com a renovação que se praticava na Europa. A estratégia foi a de reunir Rio com São Paulo, jovens sem obra realizada, como Oswald de Andrade, com escritores consagrados, como Graça Aranha, cuja obra já se mostrava cansada. O ideólogo era Mário de Andrade; o animador, Di Cavalcanti; o divulgador, Menotti del Picchia; o agitador, Oswald de Andrade.

📷: Foto oficial do grupo da Semana de Arte Moderna, no Hotel Términus, tirada posteriormente à Semana.

Saiba mais em:http://casamariodeandrade.org.br/morada-coracao-perdido/

#culturaemcasa #museumfromhome

14/04/2020

Temos novidades para você: as atividades da Casa Mário de Andrade estão de volta, agora em ambiente virtual. Conheça o +Cultura, plataforma que reunirá em um só lugar todas as atividades realizadas pelo museu. São cursos, oficinas e palestras nas áreas de dança, teatro, música, literatura, cinema, poesia, fotografia, entre outras.

Acesse: http://poiesis.org.br/maiscultura/

#culturaemcasa

As viagens urbanas foram um tema constante na poesia de Mário de Andrade. E, apesar de habitualmente ter São Paulo como ...
13/04/2020
Poema, fragmento de Acalanto do seringueiro

As viagens urbanas foram um tema constante na poesia de Mário de Andrade. E, apesar de habitualmente ter São Paulo como referência, em determinado momento, Mário olha para outro lugar e traz em sua poesia um sentimento de fraternidade em relação ao serigueiro acreano.

Ouça a narração de Acalanto do seringueiro (Clã do jabuti, 1927):

#culturaemcasa #museumfromhome

[...] Seringueiro, eu não sei nada! E no entanto estou rodeado Dum despotismo de livros, Estes mumbavas que vivem Chupitando vagarentos O meu dinheiro o meu…

Hoje, inauguramos uma série de conteúdos sobre a relação de Mário com alguns de seus amigos. Para começar, Tarsila do Am...
08/04/2020

Hoje, inauguramos uma série de conteúdos sobre a relação de Mário com alguns de seus amigos. Para começar, Tarsila do Amaral:

Tarsila do Amaral não estava no país durante a Semana de Arte Moderna, retornaria da Europa em junho de 1922. Logo formou com Anita Malfatti, Oswald de Andrade, Mário de Andrade e Menotti del Picchia o Grupo dos Cinco, espécie de tropa de choque do modernismo em São Paulo. Grupo que se divertia a valer, reunindo-se na casa de Mário, no ateliê de Tarsila à rua Vitória e na garçonnière de Oswald, na rua Líbero Badaró. “Grupo de doidos em disparada por toda parte no Cadillac verde de Oswald”, na recordação de Tarsila.

Mário e Tarsila trocavam muitas cartas, nas quais é possível perceber a intimidade entre os dois:

"Mario, não se esqueça de mandar-me notícias suas e das brigas literárias daí. Assim que chegar tratarei do quadro e procurarei a gravura do Segonzac. 8-9-24" - De Tarsila [do Amaral] a bordo do “Almanzora”, 1924

Tais cartas foram tema da exposição Tarsivaldo, em cartaz no museu ao longo do último ano, e algumas delas estão disponíveis no site da Casa Mario. Visite: http://casamariodeandrade.org.br/morada-coracao-perdido/

#culturaemcasa #museumfromhome

Olá! Hoje, interrompemos a nossa programação de conteúdos culturais para lembrar de alguns cuidados importantes que prec...
06/04/2020

Olá! Hoje, interrompemos a nossa programação de conteúdos culturais para lembrar de alguns cuidados importantes que precisamos ter para que a nossa rotina volte ao normal o mais rápido possível 😉.

🧼💦 Lave as mãos frequentemente com água e sabão e use antisséptico de mãos à base de álcool gel 70%, principalmente:
- Após tossir ou espirrar;
- Depois de cuidar de pessoas;
- Após ir ao banheiro;
- Antes e depois de comer.

🤧Cubra a boca e o nariz. Use os braços ou lenço descartável. Evite usar as mãos. E, se usar, lembre-se de higienizá-las. Se usar um lenço, jogue-o fora imediatamente e lave as mãos.

Acompanhe informações em canais oficiais: https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/

#fiqueemcasa

Para terminar a semana, indicamos hoje Louvação da Tarde, de Mário de Andrade. De acordo com Antônio Cândido, o poema, e...
03/04/2020
Poema, fragmentos de Louvação da tarde

Para terminar a semana, indicamos hoje Louvação da Tarde, de Mário de Andrade.

De acordo com Antônio Cândido, o poema, escrito em outubro de 1925, e publicado 5 anos depois no livro Remate de Males, ocupa posição-chave na obra de Mário, representa a passagem da poesia mais exterior da primeira fase do movimento modernista para a poesia mais interior da segunda fase.

[...]
... Toda dor física azulou... Meu corpo,
Sem artritismos, faringites e outras
Específicas doenças paulistanas,
Tem saúde de ferro. Às intempéries
Exponho as ondas rijas dos meus músculos,
Sem medo. Praquê medo!... Regulares,
Mais regulares do que os meus, os traços
Do meu rosto me fazem desejado
Mais facilmente que na realidade...
Já não falo por ela não, por essa
Em cujo perfil duro jaz perdida
A independência do meu reino de homem...

#culturaemcasa #museumfromhome

[...] ... Toda dor física azulou... Meu corpo, Sem artritismos, faringites e outras Específicas doenças paulistanas, Tem saúde de ferro.…

"Eu sou trezentos, sou trezentos-e-cinquenta", escreveu Mário. Romancista, poeta, crítico de arte, musicólogo, fotógrafo...
01/04/2020
Poema- Eu sou trezentos...

"Eu sou trezentos, sou trezentos-e-cinquenta", escreveu Mário. Romancista, poeta, crítico de arte, musicólogo, fotógrafo, etnógrafo, professor, homem de vasta cultura, Mário de Andrade foi muitos.

Ouça o poema "Eu sou trezentos" na voz de Pascoal da Conceição.

#culturaemcasa #museumfromhome

Eu sou trezentos, sou trezentos-e-cinquenta, As sensações renascem de si mesmas sem repouso, Ôh espelhos, Ôh Pireneus! ôh caiçaras! Se…

Para encerrar a semana, trouxemos mais um poema que expõe a lírica romântica de Mário de Andrade. Este foi o último poem...
27/03/2020
Poema, fragmento de A meditação sobre o Tietê

Para encerrar a semana, trouxemos mais um poema que expõe a lírica romântica de Mário de Andrade. Este foi o último poema do autor, anunciando a própria morte.

Água do meu Tietê,
Onde me queres levar?
- Rio que entras pela terra
E que me afastas do mar...
É noite. E tudo é noite. Debaixo do arco admirável
Da Ponte das Bandeiras o rio
Murmura num banzeiro de água pesada e oliosa.
É noite e tudo é noite. Uma ronda de sombras
Soturnas sombras, enchem de noite tão vasta
O peito do rio, que é como se a noite fosse água,
Água noturna, noite líquida, afogando de apreensões
As altas torres do meu coração exausto. De repente
O ólio das águas recolhe em cheio luzes trêmulas,
É um susto. E num momento o rio
Esplende em luzes inumeráveis, lares, palácios e ruas,
Ruas, ruas, por onde os dinossauros caxingam
Agora, arranha-céus valentes donde saltam
Os bichos blau e os punidores gatos verdes,
Em cânticos, em prazeres, em trabalhos e fábricas,
Luzes e glória. É a cidade. É a emaranhada forma
Humana corrupta da vida que muge e se aplaude.

Fragmento de A meditação sobre o tietê - Mário de Andrade.

Escute “A meditação sobre o Tietê”, poema de Mário de Andrade na voz de Pascoal da Conceição 😉

https://vimeo.com/142963338

#culturaemcasa #museumfromhome

Água do meu Tietê, Onde me queres levar? - Rio que entras pela terra E que me afastas do mar... É noite. E tudo é noite.…

Seguindo o ritmo musical do escritor e pianista Mário de Andrade, apresentamos hoje uma seleção de músicas da coleção pa...
26/03/2020

Seguindo o ritmo musical do escritor e pianista Mário de Andrade, apresentamos hoje uma seleção de músicas da coleção particular de discos de Mário, conservada no Instituto de Estudos Brasileiros, da USP.
Você pode acessar o conteúdo de áudio e desfrutar das canções que o poeta ouvia.

Aperte o play! https://bit.ly/2Uog3K3

#culturaemcasa #museumfromhome

Você sabia que além da escrita Mário de Andrade tinha o domínio da linguagem musical?Mário iniciou os estudos sobre músi...
25/03/2020
Camargo Guarnieri

Você sabia que além da escrita Mário de Andrade tinha o domínio da linguagem musical?
Mário iniciou os estudos sobre música aos 16 anos, dedicou-se ao piano e ao canto. Em 1917, tornou-se professor de Piano e Dicção.
Camargo Guarnieri foi um dos músicos que frequentou a casa de Mário de Andrade, a partir de 1928, quando foram apresentados.

No depoimento a seguir, o compositor, maestro e pianista, Guarnieri, fala sobre a experiência que teve com Mário de Andrade e a contribuição para sua formação intelectual.

Confira: https://vimeo.com/141425189

#culturaemcasa #museumfromhome

Depoimento de Camargo Guarnieri / Casa Mário de Andrade/ 1987

Ah, nada como iniciar o dia com poesia! Hoje convidamos você para prestigiar a lírica romântica de Mário de Andrade.Na r...
24/03/2020
Poema- Na rua Aurora eu nasci

Ah, nada como iniciar o dia com poesia! Hoje convidamos você para prestigiar a lírica romântica de Mário de Andrade.

Na rua Aurora eu nasci

Na rua Aurora eu nasci
Na aurora de minha vida
E numa aurora cresci.
No largo do Paiçandu
Sonhei, foi luta renhida,
Fiquei pobre e me vi nu.
Nesta rua Lopes Chaves
Envelheço, e envergonhado
Nem sei quem foi Lopes Chaves.
Mamãe! me dá essa lua,
Ser esquecido e ignorado
Como esses nomes da rua.
Mário de Andrade.

Escute “Na rua Aurora eu nasci”, poema de Mário de Andrade na voz de Pascoal da Conceição 😉

https://vimeo.com/142963330

#culturaemcasa #museumfromhome

This is "Poema- Na rua Aurora eu nasci" by Mario de Andrade on Vimeo, the home for high quality videos and the people who love them.

Continuamos com você!E para começar a semana, convidamos você para conhecer o espaço digital Morada do Coração Partido. ...
23/03/2020

Continuamos com você!

E para começar a semana, convidamos você para conhecer o espaço digital Morada do Coração Partido. O site abriga um vasto conteúdo sobre diversos aspectos da vida pessoal e profissional de Mário de Andrade, como informações sobre obras publicadas, fotografias de suas viagens e cartas redigidas pelo poeta, além de áudios e vídeos.

Olha só! https://bit.ly/2Uog3K3

#culturaemcasa #museumfromhome

Você sabia que hoje é comemorado o Dia Mundial da Poesia e o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial? 📖✊🏾Em refe...
21/03/2020

Você sabia que hoje é comemorado o Dia Mundial da Poesia e o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial? 📖✊🏾

Em referência a esses dois marcos, trouxemos diversas perspectivas sobre o poeta Mário de Andrade por meio das artes visuais. Nos desenhos é possível notar que Mário tinha um rosto muito particular com manifestações expressivas: queixo proeminente, arcada dentária pequena, riso solto, calvície precoce, olhos míopes, tez morena, que atraíam a atenção de artistas e se prestavam a retratos e caricaturas. Como o retratado era propenso à representação, daí decorreu uma profusão de imagens, que MA recolhia e colecionava conscienciosamente. A presente seleção, que pertencia a ele, está sob a guarda do Instituto de Estudos Brasileiros da USP.

Confira: http://casamariodeandrade.org.br/morada-coracao-perdido/

#culturaemcasa #museumfromhome

Hoje convidamos você a viajar no tempo para descobrir um pouco mais sobre os fatos marcantes da  na vida deste poeta, es...
20/03/2020

Hoje convidamos você a viajar no tempo para descobrir um pouco mais sobre os fatos marcantes da na vida deste poeta, escritor, crítico literário, musicólogo, folclorista, ensaísta e fotógrafo brasileiro.

Vamos juntos?

1893: Nasce Mário Raul de Moraes Andrade em 9 de outubro, na casa da rua Aurora, 320, no centro de São Paulo;

1904: Primeiro poema de Mário;

1915: Publicação do primeiro texto, crítica musical, na imprensa, no Jornal do Commercio;

1928: Publicação de Macunaíma, o Herói sem Nenhum Caráter. Foram 800 exemplares, vendidos por 7 mil-réis;

1929: Mário assina como cronista, na coluna “Táxi” no Diário Nacional;

1932: Apoia a Revolução Constitucionalista, publica, no Diário Nacional, o “Folclore da Constituição”;

1933: Torna-se crítico do Diário de S. Paulo;

1935: Mário de Andrade é nomeado simultaneamente Chefe da Divisão de Expansão Cultural e Diretor do Departamento de Cultura da Municipalidade. Busca democratizar a cultura;

1937: 2ª edição de Macunaíma pela Livraria José Olympio Editora, do Rio de Janeiro; direitos autorais recebidos: 700 mil-réis;

1945: Último poema A meditação sobre o Tietê. E falecimento de Mário de Andrade, aos 52 anos, vítima de um ataque cardíaco.

Saiba mais: https://bit.ly/2Uog3K3

#culturaemcasa #museumfromhome

Conforme combinado, nós preparamos um conteúdo especial para você aproveitar a mudança na rotina e conhecer melhor o poe...
19/03/2020

Conforme combinado, nós preparamos um conteúdo especial para você aproveitar a mudança na rotina e conhecer melhor o poeta Mário de Andrade ❤️

Você sabia que o escritor teve duas experiências marcantes no serviço público? Mário assumiu a diretoria do Departamento de Cultura da Prefeitura de São Paulo, entre 1935 e 38.. Mário dedicou-se totalmente à função, desenvolvendo diversos projetos que integravam a Cultura à diversas outras áreas como a saúde e educação. Neste período costumava dizer “Eu sou o departamento de Cultura”. Além disso, atuou no SPHAN - Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional do governo federal. Entre suas contribuições está a Biblioteca Circulante, destinada a proporcionar opções de leitura aos frequentadores dos parques.

http://casamariodeandrade.org.br/morada-coracao-perdido/

#culturaemcasa #museumfromhome

Mário de Andrade foi uma figura para além do tempo. E neste período em que vivemos, nada mais justo do que mostrar as mú...
18/03/2020

Mário de Andrade foi uma figura para além do tempo. E neste período em que vivemos, nada mais justo do que mostrar as múltiplas facetas deste brasileiro que conheceu de perto a diversidade da nossa Cultura.

Considerando o atual cenário de combate à propagação do coronavírus (covid-19) e seguindo as recomendações feitas pelo G...
16/03/2020

Considerando o atual cenário de combate à propagação do coronavírus (covid-19) e seguindo as recomendações feitas pelo Governo do Estado de São Paulo, a Casa Mário de Andrade terá suas atividades suspensas por 30 dias, a partir de amanhã (17/3).

As atividades estão suspensas, mas o museu continuará fazendo parte do seu dia a dia. A Poiesis vai ampliar a produção de conteúdos para diversos públicos e os disponibilizará nas redes sociais dos museus, e nossos canais de comunicação continuarão abertos.

Sabia que a fotografia era uma das muitas áreas em que Mário atuava? 🤔Segue até o fim do mês, 31/3, Mário Fotógrafo, exp...
13/03/2020

Sabia que a fotografia era uma das muitas áreas em que Mário atuava? 🤔

Segue até o fim do mês, 31/3, Mário Fotógrafo, exposição que exibe as produções e experimentos realizados por ele. Entrada gratuita! 📸

#VivaCulturaSP

Que Mário de Andrade era um grande fã dos prazeres da vida, isso não temos dúvida! Envolto em tantas formas de arte, com...
12/03/2020

Que Mário de Andrade era um grande fã dos prazeres da vida, isso não temos dúvida! Envolto em tantas formas de arte, como literatura, artes plásticas, músicas, inclusive as amizades de forte traço intelectual e artístico, Mário também era um entusiasta da culinária, em especial de doces caseiros!

Como bom apaixonado pelas coleções e registros, Mário tomou como tarefa para si a coleta de receitas de familiares e amigos, devidamente datilografadas. Sobre seu doce predileto, o amanteigado, sua prima Gilda de Mello e Souza disse: “é um doce à base de amêndoas, em que duas partes se juntam e depois são molhadas na calda. Mas, como elas são levemente queimadas ao forno, quando são cristalizadas, feitas com glacê de açúcar, ficam com um rosto corado.“

Flávia Toni, musicóloga e pesquisadora integrante da Equipe Mário de Andrade, abrigada no IEB - Instituto de Estudos Brasileiros da USP, que recebeu parte do acervo de Mário – publicou artigo com as receitas coletadas e colecionadas pelo poeta e prosador: http://casamariodeandrade.org.br/morada-coracao-perdido/nichos/os_doces/doces.pdf

#VivaCulturaSP

09/03/2020

Programação Março/2020 - Atividades suspensas

Este ano completam-se cem anos de construção da Casa em que Mário viveu e, para celebrar, o museu prepara para o meio do...
09/03/2020
Casa de Mario de Andrade celebra efemérides relacionadas ao escritor

Este ano completam-se cem anos de construção da Casa em que Mário viveu e, para celebrar, o museu prepara para o meio do ano uma exposição da história sobre o uso da casa pela família de Mário de Andrade e, também, centro de estudos, teatro-escola, oficina cultural e, mais tarde, museu.

Confira matéria:

Este mês o autor de 'Macunaíma' completa 75 ano de morte

Ontem (5) iniciamos o curso Perspectivas da gastronomia em São Paulo: Mário de Andrade e a cozinha brasileira, com a pes...
05/03/2020

Ontem (5) iniciamos o curso Perspectivas da gastronomia em São Paulo: Mário de Andrade e a cozinha brasileira, com a pesquisadora Viviane Soares Aguiar!

A aula iniciou abordando os significados e definição da cozinha brasileira!

Mazzaropi e Outros Caipiras começa hoje (3) na Casa Mário de Andrade e ainda dá tempo de se inscrever! bit.ly/2wtOMgZO c...
03/03/2020

Mazzaropi e Outros Caipiras começa hoje (3) na Casa Mário de Andrade e ainda dá tempo de se inscrever! bit.ly/2wtOMgZ

O curso discute a representação do tipo popular do interior do estado de São Paulo: o caipira, o matuto, o roceiro, passando pelas artes plásticas, pela literatura, pela música e pelo cinema.

#VivaCulturaSP

Você sabe todos os detalhes para fazer sua visita à Casa Mário de Andrade? Informações sobre horários, meios de transpor...
26/02/2020

Você sabe todos os detalhes para fazer sua visita à Casa Mário de Andrade? Informações sobre horários, meios de transporte, agendamentos?

Acesse o nosso site e veja os pontos principais para a sua visita ser a mais proveitosa possível ;)

http://www.casamariodeandrade.org.br/planeje-sua-visita

Há 75 anos falecia Mário de Andrade, contista, crítico, pesquisador musical e figura decisiva da vida cultural brasileir...
25/02/2020

Há 75 anos falecia Mário de Andrade, contista, crítico, pesquisador musical e figura decisiva da vida cultural brasileira. Visite o museu e conheça melhor a vida e obra desta importante figura!

As inscrições para o próximo ciclo do Programa Formativo sobre Patrimônio, Memória e Gestão Cultural seguem até 3 de mar...
24/02/2020

As inscrições para o próximo ciclo do Programa Formativo sobre Patrimônio, Memória e Gestão Cultural seguem até 3 de março!

O projeto é composto por um conjunto de cursos e atividades relacionados à preservação e gestão do patrimônio cultural brasileiro, que visa a colaborar para a preparação de profissionais da área.

http://www.casamariodeandrade.org.br/programa-formativo.php

Aproveite o fim de semana na Rede de Museus-Casas Literários!Aqui na Casa Mário de Andrade estamos com duas exposições t...
21/02/2020

Aproveite o fim de semana na Rede de Museus-Casas Literários!

Aqui na Casa Mário de Andrade estamos com duas exposições temporárias em cartaz, que se encerram no próximo mês: Mário Fotógrafo, que traz os registros e experimentos do intelectual com a linguagem fotográfica, e Mário & Alphonsus revisitados, que aborda a relação entre os dois poetas. bit.ly/2V8OJS6

Na Casa Guilherme de Almeida você encontra um acervo composto por objetos que pertenceram ao poeta, tradutor, jornalista e advogado paulista Guilherme de Almeida (1890-1969), um dos mentores do movimento modernista brasileiro. bit.ly/2P9MBWw

E na Casa das Rosas, além de visitar o jardim e a própria Casa, você pode conferir a exposição Arteletra em Trânsito. Composta por um conjunto de gravuras, desenhos, pinturas e livros, a mostra retrata a parceria entre o poeta Álvaro Faleiros e o artista Fernando Vilela. bit.ly/2T5OggW

Todas as opções são gratuitas! #VivaCulturaSP

Endereço

Rua Lopes Chaves, 546
São Paulo, SP
01154010

Notificações

Seja o primeiro recebendo as novidades e nos deixe lhe enviar um e-mail quando Casa Mário de Andrade posta notícias e promoções. Seu endereço de e-mail não será usado com qualquer outro objetivo, e pode cancelar a inscrição em qualquer momento.

Entre Em Contato Com O Museu

Envie uma mensagem para Casa Mário de Andrade:

Vídeos

Categoria

Casa Mário de Andrade

O museu funciona no endereço da antiga casa do escritor e intelectual Mário de Andrade, um dos principais ideólogos do movimento modernista e da Semana de Arte Moderna, em 1922. Abriga uma exposição permanente com objetos pessoais do modernista, além de gravações e filmes nos quais ele aparece. Realiza, também, uma intensa programação de atividades culturais e educativas. A Casa integra a Rede de Museus-Casa Literários da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciadas pela Poiesis.

Horário de funcionamento: terça-feira a domingo, das 10h às 18h.

Museus nas proximidades


Outra Museus em São Paulo

Mostrar Tudo